9 Dicas Básicas de Pilotagem na F1

Os carros de Formula 1 são “monstros brutais”, é preciso pilotar com muito cuidado. Apenas mantê-lo em linha reta a mais de 300 km/h é uma tarefa nada fácil. Os erros mais comuns entre os pilotos durante uma corrida é um ligeiro aumento na rotação do motor (o que faz com que as rodas girem em falso, e com que carro perca o controle) e escapar do traçado ou trilho.

Pilotos de Fórmula 1 precisam competir em categorias de base, por pelo menos dez anos, para adquirir a experiência necessária para conduzir um carro da categoria.

Há técnicas básicas as quais o piloto aprende e aperfeiçoa ao decorrer do tempo. As técnicas são: Posição das mãos e dos pés; ponto de frenagem; pontos de aceleração e reaceleração.

A seguir analisaremos as técnicas que os pilotos utilizam para determinado tipo de curva:

Curvas de Alta (Fast Corners)

Para não se perder muita velocidade através das laterais das curvas consecutivas de alta, os pilotos procuram a linha mais reta possível entre os dois pontos opostos da curva para re-acelerarem o mais rápido possível.  


Tecnicas de pilotagens usadas por pilotos de Formula 1 em Hairpins

Hairpins

Os pilotos freiam em linha reta (zona vermelha) antes de entrar na parte externa da curva. A entrada da curva é "sacrificada”, a fim de passar por ela em linha mais reta possível para poderem realizar a reacelereração o quanto antes.


Tecnicas de pilotagens usadas por pilotos de Formula 1 em curvas em 'S'

Curva em “S” (S-Bends)

Neste caso, a primeira curva é “mais apertada” que a sequência dela. Por esta razão o piloto precisa frear antes de entrar na curva pelo lado oposto (zona vermelha). Assim que entrar, o carro apontará para a parte seguinte da curva, também pelo lado oposto. Assim que contornar a primeira curva ele pode iniciar a reacelereração.


Tecnicas de pilotagens usadas por pilotos de Formula 1 quando rodopiam



Rodadas

- As rodadas ocorrem quando:
- Há uma repentina perda de tração das rodas traseiras;
- Por velocidade excessiva;
- O piloto re-acelera ou pisa muito no acelerador com o carro em baixa velocidade. Isto pode acontecer facilmente tanto quando ele estiver a 50 km/h ou 250 km/h.


Tecnicas de pilotagens usadas por pilotos de Formula 1 em chincanes

Chincanes

O objetivo das chincanes, geralmente é diminuir a velocidade do carro, dentro de uma reta. Este tipo de curva deve ser feito com muito cuidado. A prioridade é manter o máximo de velocidade possível. Os pilotos devem fazer a manobra em linha mais reta possível.


As Mãos no Volante

Técnicas de pilotagem de um piloto de Formula 1 ao segurar os volantes

Dar um “meio-giro” no volante de um carro de F1 é o suficiente para o carro fazer uma curva, mesmo os harspin. Simplesmente cruzar os pulsos já basta para travar o volante.

 - Em retas: Mãos devem segurar firmes os lados opostos do volante.

- Através das curvas de alta: A mão oposta ao lado da curva, puxa os braços.

- Numa curva fechada, como os Harspins: Pode-se cruzar os pulsos até o volante travar.

Embreagem-Dupla (Double-Declutching)

Antigamente na F1 para se trocar as marchas era necessário colocar o motor em ponto neutro usando a embreagem e, passar as marchas com uma alavanca.

Estilos de Pilotagem

Cada piloto tem seu estilo próprio de pilotagem. Vejamos três exemplos de pilotos conhecidos que passaram pela Fórmula 1.

Estilo Suave de Damon Hill

Damon Hill se aposentou em 1999 e foi campeão pilotando a Williams em 1996. Seu estilo de pilotagem era sempre muito suave e preciso. Na época, ele geralmente conseguia concluir três voltas com o mesmo jogo de pneus durante a sessão de classificação.

Estilo ofensivo de Jean Alesi

Jean Alesi, piloto de Formula 1, com suas tecnicas de pilotagem ao estilo ofensivo - by turkiyef1.com

Jean Alesi se aposentou no início dos anos 2000. Alguns acreditavam que ele seria o sucessor de Alain Prost, mas isso nunca aconteceu. De qualquer forma, ele foi um bom piloto e um personagem bem conhecido da Formula 1. Este piloto, costumava colocar suas mãos na parte superior do volante e buscava entrar “forte” nas curvas, deixando para frear “em cima” e reacelerava bem cedo. Por esta agressividade, foi considerado o piloto mais espetacular da Fórmula 1 da época.

Michael Schumacher: Verdadeira Coragem

Curvas rápidas eram sua especialidade o qual, provavelmente, tem a vantagem sobre seus rivais. Seu segredo? Controle permanente do equilíbrio de seu carro usando o acelerador.

Ultrapassagens

Como uma corrida não é feita por apenas um participante, o piloto precisa desenvolver técnicas de ultrapassagens, pois corrida sem ultrapassagem, não é corrida.

No entanto, o desenho de certos circuitos, pode tornar a tarefa de ultrapassar o oponente, muito difícil. O ponto ideal de ultrapassagem geralmente é no final de uma longa reta, precedendo uma curva fechada. Isto dá a oportunidade de pilotos mais ousados disputarem sua posição na frenagem.

O circuito de Monza, por exemplo, apresenta vários pontos assim. Por outro lado, a ausência de retas no circuito apertado de Mônaco torna a ultrapassagem quase impossível. Um grande exemplo disso foi duelo entre Nigel Mansell e Ayrton Senna em 1992. Mesmo que Mansell estivesse sendo quatro (o que?) mais rápidos por volta, Senna segurava corajosamente sua 1ª posição. Além do seu grande talento, o tipo de circuito permitiu que ele segurasse Mansell o qual precisou terminar a corrida na 2ª posição.

Por estas e outras razões, portanto, o piloto precisa desenvolver algumas técnicas básicas de ultrapassagem. Vejamos duas delas:

Técnica de Ultrapassagem e Frenagem tardia

Conforme é apresentado na figura, o piloto do carro branco freou por dentro da curva, antes que seu rival na linha de fora. Por conseguinte, ele tem a preferência e poderá manobrar e retomar a velocidade antes do rival.

Vácuo

Conforme apresentado na figura, O piloto do carro branco é menos afetado pela turbulência aerodinâmica. Quando ele puxa para a ultrapassagem, ele beneficia, pois sua velocidade é maior que a do oponente.

Ultrapassagem e Frenagem tardia são técnicas básicas usadas por pilotos de Formula 1