Cinto de Segurança e a Formula 1 - autoescolaproativa.com.br

COMO SER UM PILOTO DE FORMULA 1 NAS RUAS E AVENIDAS? - POR USAR CINTO DE SEGURANÇA

No artigo anterior, observamos o quão importante é o condutor prestar muita atenção nos limites de velocidade.

Contudo, não importa a velocidade que ele esteja conduzindo seu carro, é necessário ele prestar a detida atenção a um acessório muito importante o qual um condutor e um piloto jamais deixariam de usá-lo.Voltemos ao início do artigo que o jovem conduz seu carro em alta velocidade e sem o cinto de segurança.

Mas esse fato não restringe apenas a este nosso exemplo. Umas grandes partes das pessoas desconsideram esta valiosa ferramenta, concluindo que usá-la é uma mera perda de tempo. Mas será se isso é realmente verdade? Vejamos.

A Importância do uso cinto de segurança

Certo site define 'cinto de segurança' como um “dispositivo de defesa dos ocupantes de um meio de transporte”.

Mesmo que este dispositivo seja encontrado em praticamente todos os automóveis, nem todos o utilizam. É comum encontrar carros com quatro ou cinco ocupantes sem usar o cinto. Qual o motivo?

Como dito anteriormente, alguns afirmam que a idéia de colocar o cinto incomoda ou tem medo de ficarem presos após um acidente. É verdade que algumas pessoas já perderam suas vidas por ficarem presas no cinto após um assalto ou por seu veículo cair dentro de um rio.

No entanto as estatísticas mostram que entre 40% a 50% das mortes no transito seriam evitadas se os ocupantes dianteiros estivem com o cinto e 20% os ocupantes do banco traseiro. Para incentivar os ocupantes de um veículo usar cinto, o governo vem decretando leis para que o condutor e passageiro utilizem o dispositivo em suas viagens. Caso alguém não o esteja usando a multa pode chegar a R$ 150,00.

Esta medida até que foi relativamente eficiente para os passageiros do banco da frente. Contudo os passageiros do banco traseiro, geralmente ignoram tal medida.

Ayrton Senna em seu carro com o cinto de segurança - by tribunahoje.com

Na Formula 1, a FIA, passou a obrigar os pilotos a usarem cintos de segurança. O grande avanço tecnológico da categoria permitiu que fosse desenvolvido cintos de segurança cada vez mais eficientes.

Situação do carro de Gilles Villeneuve após o acidente no qual o cinto se desprendeu do cockpit - by autoandrive.com.brPor exemplo, em 1982, um dos mais brilhantes pilotos da história da F1, Gilles Villeneuve, estava em alta velocidade, em sua última volta rápida, durante a Classificação para a corrida, quando seu carro tocou num outro que estava bem mais devagar, por estar indo aos boxes. Este toque fez com que seu carro decolasse seguindo-se uma sequência de capotagens que por sua vez partiu o cockpit e piloto foi arremessado violentamente para fora do carro. O piloto morreu logo em seguida.

Já em 2007, Robert Kubica, sofreu um acidente similar, porém o piloto saiu ileso e bem preso em seu cockpit (Por coincidência, o circuito onde este piloto sofreu o tal acidente tem o nome de Gilles Villeneuve) Este desenvolvimento, permitiu que as montadoras de carros de passeio, implementassem tecnologias semelhantes em seus carros, tornando os cintos cada vez mais eficientes.

Mas para que eles funcionem você precisa usá-los, não é verdade? Imagine onde o Felipe Massa pararia após aquela batida no Gp Hungria?! Significa que apenas se deve usar o cinto de segurança quando o carro estiver em alta velocidade? Não!

O Grande Erro

Alguns acreditam que se deva usar o cinto de segurança quando o carro estiver em alta velocidade. Pensar assim é um grande erro! Por quê? Porque quando o veículo está em velocidade baixa, por volta dos 40 km/h, os ocupantes do banco da frente baterão suas cabeças no vidro frontal ou no volante. Ou então se o veículo capotar, ou despencar de uma ribanceira, o corpo do indivíduo se chocará nos vidros bancos, tetos, até mesmo cabeça com cabeça (se tiver mais de um ocupante). Isso se não voarem para fora do veículo. O resultado disso?! Ferimentos gravíssimos e até a morte!Portanto, sempre use o cinto de segurança. Mas o que dizer de quem esteja viajando no banco traseiro? Será se é menos importante?

Um outro grande erro!

Algumas equipes de F1, como a McLaren, desenvolveu alguns poucos carros para dois ocupantes (piloto e um passageiro atrás). Para o passageiro deste carro veloz, será se seria lógico achar que só porque o segundo ocupante está no banco traseiro e porque o piloto dirige bem, não seria necessário ele usar o cinto de segurança? Claro que não!

As maiorias das pessoas acreditam que o banco da frente pode lhe ajudar após uma batida.

A pessoa é projetada para frente, bate no passeiro na frente com o mesmo peso de um elefante após uma batida

Num carro de passeio, o revestimento macio do banco da frente não protege em nada quem estiver sem cinto de segurança! “Não há encosto que suporte o impacto de uma tonelada a 60 km/h” declarou o site da rede Sarah de Hospitais. Sim! Se o carro estiver numa velocidade “mínima” abaixo de 60 km/h, em uma colisão, o corpo da pessoa é a arremessada para frente com um peso quinze vezes aumentada! Isso seria o suficiente para esmagar o corpo de quem estiver nos bancos da frente.

O hospital acima citado fez a seguinte resolução: “Sete em cada dez pessoas que chegam aos hospitais... sofreram lesão medular... por viajarem no banco traseiro sem o cinto”.

Portanto, quem não usa o cinto no banco traseiro pode se ferir gravemente e ferir ou até mesmo matar o ocupante no banco da frente. Você gostaria de trazer este risco para alguém por mera conveniência?

TABELA E MULTAS DE ACORDO COM O NOVO CÓDIGO NACIONAL DE TRANSITO

Descrição da Infração Gravidade Pontuação Valor da multa
Deixar o condutor ou passageiro de usar o cinto de segurança
Grave 5 R$ 127,69
Transportar crianças em veículo automotor sem observância das normas de segurança especiais estabelecidas pelo Código Brasileiro de Trânsito (ou sem o cinto ou sem o sem o banco especial) Gravíssima
7 R$ 191,54 

 

Você Usa o Cinto de Segurança no Banco traseiro?

É muito provável que não! Basta observar os veículos passando em qualquer rua do país que você notará que poucos ou ninguém usa o cinto no banco traseiro.

Este cinto que poucos usam ou nem sabem que existe pode fazer muita diferença num possível acidente.

A seguir veja o que acontece com seu corpo após uma colisão, caso você não esteja usando o cinto:

“Sete em cada dez pessoas que chegam aos hospitais... sofreram lesão medular... por viajarem no banco traseiro sem o cinto de segurança”.

1 – A maioria das colisões entre veículos é frontal! Num acidente como este, todos os ocupantes serão arremessados na mesma direção e na mesma velocidade que. Portanto quem estiver no banco traseiro sem o cinto, será jogado para frente, a 60 km/h contra o encosto do banco da frente. Isso seria o equivalente ao um elefante batendo em suas costas;
2 – E será jogado para cima também, contra o teto do carro, pois em uma colisão frontal a traseira do carro é impulsionado para cima, levantando rapidamente as rodas do chão. Dependendo de sua altura, o passageiro baterá a cabeça no teto;
3 – Ao mesmo tempo em que o passageiro é jogado contra o teto, seu corpo continua se deslocando para frente. O teto segura a cabeça da pessoa, ocorrendo o risco de uma flexão extrema do pescoço. Essa flexão pode provocar uma fratura da coluna cervical que, muitas vezes, é seguido do ferimento da medula espinhal – a lesão da medula.
4 – O movimento do passageiro do banco traseiro não para por ai, ele pode terminar para fora do carro, depois de atravessar o para-brisa. Mas para isso, o passageiro do banco traseiro terá que “atropelar” o motorista ou o passageiro que estiver em um dos bancos da frente, impondo a eles um enorme risco de vida.

O Que Dizer Das Crianças, precisam usar o cinto de segurança?

Crianças usando cinto de segurança no banco traseiro - by robertocooper.com

Seria um equívoco também achar que elas não precisariam!

Estudos recentes mostram que em uma batida frontal, com o carro a 40 km/h, o corpo de uma criança de aproximadamente 6 anos, no banco traseiro sem o cinto, é lançado violentamente em direção ao ocupante da frente. A força do impacto lhe causaria de traumatismo craniano a morte.

Criança de colo e crianças pequenas, recomenda-se sempre ficarem presos numa cadeira apropriada.

Criança voando do banco por não usar cinto de segurança

Assim, pais e mães: Gostariam de ver seus queridos filhos voarem pela janela numa possível batida? Temos certeza que não! Portanto tenha o hábito de ensiná-los a sempre usar o cinto de segurança sempre que leva-los para passear mesmo que seja até a esquina. Mostre a eles também os motivos que há para que ele sempre use o cinto. Pois o “imprevisto” surge em qualquer momento.

A Responsabilidade de Cada Um

Cada ocupante dum carro tem a responsabilidade e a obrigação de usar o cinto, sem que outros tenham que insistir.

Se mesmo que ele não goste de usar, seja qual for o motivo, pense nas pessoas ao leu lado e pense nas consequências que sua decisão poderá acontecer em outras pessoas.

No entanto, a responsabilidade primária sobre o assunto cabe ao condutor e dono do veículo. Ele deve verificar se os cintos estão disponíveis a todos e em bom estado, além de certificar se seus passageiros sabem colocar e tirar o dispositivo.

Assim, se você quiser proteger sua vida e a vida de outro dentro de seu carro, use o cinto de segurança! Não custa nada! Ser vítima de um acidente é uma realidade traumatizante e muitas vezes inevitável.

É claro que o não é infalível, mas usado da maneira correta pode contribuir muito para sua segurança reduzir os danos causados nas possíveis vítimas. Portanto, se você quer “pilotar” seu carro como um piloto de Formula 1, dirija com responsabilidade e com o cinto de segurança.


Estatisticas de ferimentos: http://www.sarah.br/paginas/prevencao/po/03_02_cinto_de_seguranca.pdf


Gostou da matéria? Ajude o site. Compartilhe já nas redes sociais abaixo :) :

Outros artigos desta série:

Como ser pilotos de Formula 1 em ruas e avenidas?

- Direção e alimentação

- Técnicas de direção na chuva...

- Técnicas de direção defensiva