Felipe Massa - Piloto de F1 2017 - telegraph

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, brasileiro FELIPE MASSA - Pilotos de Formula 1 em 2017

Data de Nascimento: 25 de abril de 1985
Idade: 36 anos
Ano de estreia na Formula 1: 2002
Equipe Atual Williams
Equipe Anterior Sauber, Sauber
Site Oficial www.felipemassa.com.br

A história de Felipe Massa

Felipe passou sete anos no Kart (1990-1997).

Em 2000, foi duplamente campeão! Campeão na Formula Europeia e Formula Renault italiana.

Em 2001 foi campeão também na Formula 3000.

Felipe Massa desde sua primeira temporada na Formula 1, em 2002, mostrou-se ser um bom piloto, por marcar pontos importantes para sua modesta equipe Sauber.

No final de 2002, ele foi substituído por Frentzen. Alguns acreditavam que esta troca era com o objetivo de fazer um time totalmente alemão e outros diziam que era para fazer testes, como piloto reserva da Ferrari.

Pelo visto, a saída de Felipe foi motivada por uma ordem de troca de posições que Felipe negou durante um GP. Por não ceder sua posição, foi demitido.

Para não ficar parado, voltou para as categorias de base. Ficou por algum tempo na Formula Chevrolet, onde foi campeão em seu 2º ano.

Em 2004 Felipe voltou para a Formula 1 por meio da equipe Sauber, marcando pontos importantes e em 2006 substituiu Rubens na Ferrari e conquistou sua primeira vitória no GP Turquia e depois no último GP do ano em Interlagos, quebrando um jejum de 13 anos de um algum piloto brasileiro vencer no circuito, levando a torcida a loucura, assim como acontecia nos tempos de Ayrton Senna.

Em 2007 Felipe era um dos favoritos ao título, mas faltou competência da equipe para que isso se concretizasse. "Cometemos muitos erros", admite os dirigentes da escuderia.
2008 prometia um bom desempenho de Felipe caso a equipe, como um todo, fizesse seu trabalho direito.

Mas não foi isso que aconteceu exatamente. Diversas falhas tirou o título do piloto. Ele fez um excelente trabalho, foi quem mais conseguiu andar na frente e terminar em 1º. Mas a consistência da McLaren se sobressaiu e, assim, precisou se contentar com um vice-campeonato.

Em 2009, A Ferrari não conseguiu se adaptar às novas regras e, portanto, Felipe enfrentou grandes dificuldades. A partir da metade da temporada, seu desempenho estava evoluindo, entretanto, na Sessão de Classificação para o GP da Hungria, um pedaço do carro do Rubens, acertou em cheio o seu capacete! Ele perdeu a consciência e, com o carro desgovernado, passou reto na curva e bateu a mais de 200 km/h na barreira de proteção.

Ele foi levado imediatamente para o hospital. Houve especulações que havia risco de morte, no entanto, elas foram desmentidas. Ele sobreviveu, mas só pode voltar a correr no ano seguinte.
Em 2010, mesmo recuperado, precisava superar um desafio que jamais nenhum piloto conseguiu nesta era moderna: Ser bem-sucedido, mesmo tendo como colega Fernando Alonso.

Em pouco tempo ele perdeu espaço na Ferrari e inclusive reviveu a era Barrichello e Schumacher ao ser obrigado a dar passagem para, o "inocente" Fernando Alonso, vencer o GP da Alemanha.  Talvez o episódio de 2002 viesse à mente e desta vez ele preferiu dar passagem e garantir seu emprego. Conseguiu garantir seu emprego, mas sua reputação foi totalmente manchada entre os torcedores de sua terra.

Desde aquele GP, Massa entrou numa má fase interminável. Em 2011 foi considerado o pior piloto da Ferrari desde Ivan Capelli em 1992, por não ter chegado ao pódio em nenhuma corrida. Fechou o campeonato em 6º com mais de cem pontos atrás de Lewis Hamilton, 5º no campeonato e cerca de 150 pontos atrás de Fernando Alonso, 3º no mundial.

Mesmo que ele tenha apoio de alguns dirigentes da equipe, ele terá em 2012 sua última chance de mostrar trabalho, visto que seu contrato se encerrará no final desta temporada, ou para manter-se na equipe, ou conseguir uma vaga em outra equipe competitiva.

Felipe iniciou a temporada da pior forma possível. Tudo indicava que seu fim na F1 estava chegando ao fim. Mas na parte final do campeonato ele se reencontrou com seu caminho. A equipe renovou seu contrato e se recuperou de forma fantástica, terminando várias vezes no pódio, sendo até mais rápido que Alonso.

Só não conseguiu mais devido ao jogo de equipe que ele frequentemente se submete. Se continuar neste ritmo, é possível pelo menos terminar a temporada seguinte entre os primeiros colocados. Disputar o título, com o Alonso por lá, é muito difícil.

Mesmo em equipe nova, em 2014, Felipe Massa sofreu muitas dificuldades e se envolvendo em diversos acidentes. Mas no final no campeonato se recuperou e foi um dos destaques da temporada.

Em 2015 ele está mantendo uma regularidade que poucas se viu desde seus tempos de Ferrari.

O ano de 2016 se tornou marcante para a carreira de Felipe Massa. Durante a semana que antecede o GP da Itália, Felipe Massa anunciou sua aposentadoria. O último GP da temporada seria em Abu-Dhabi, mas o anúncio da aposentadoria de Nico Rosberg causou uma reviravolta. Bottas ficou no lugar de Rosberg na Mercedes e Massa foi convidado a retornar, para assumir o lugar de Bottas na Williams!

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2004 - omelhordaformula1.blogspot.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2005 - bandeiraverde.com.br

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2006 - en.wikipedia.org

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2007 - article.wn.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2008 - zimbio.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2009 - newshopper.sulekha.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2010 by encontracarros.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2011 - gforcef1.wordpress.com

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em  2012 - by f1fanatic.co.uk

Felipe Massa, Piloto de Formula 1, em 2014 by esporte.uol.com.br

Estatísticas de Felipe Massa

Grandes Prêmios253 Pontos na Carreira1140
Poles15 Anos de F1 14
Pódios 41 Melhores Voltas15
Vitórias 11 Pior momento da carreiraGP da Hungria em 2009
Titulos 0 Piloto FavoritoAyrton Senna

Gostou da matéria? Ajude o site. Compartilhe já nas redes sociais abaixo :) :