Danilo Santos As Crônicas de um Piloto

Crônicas de Danilo Formula 1

As Crônicas de um Piloto

Capítulo 6 - O Falecimento de John Tyrrell

JONH Tyrrell que sempre estava acompanhando a Formula 1 bem de perto. Certo dia, ele passa mal e vai para um hospital na Alemanha, antes de partir para o Canadá onde seria o próximo Grande Premio, mas logo se recuperou.

Até o momento, não falamos muito sobre um outro piloto que estava na pior equipe da categoria, a Minardi. Esse piloto era um húngaro que alias pagou a equipe para poder participar, ele se chama Zsoft Bommagatemer.

Até agora o melhor resultado dele, foi em San Marino, terminou a corrida em 15º. Isso foi motivo de festa para a equipe.

Aconteceu que, algumas corridas atrás ele quebrou o cambio do carro porque não sabia mexer direito nas borboletas ou passador de marchas que fica atrás do volante.

Porém ele é um piloto arrojado mas muito fraco. Além dos pilotos de ponta, passaremos a acompanhar um pouco também as corridas de Zsoft.

Na sexta-feira, por volta das 9:00h da manhã, os pilotos começam a fazer os primeiros testes com seus carro nesse belíssimo circuito de Montreal. O circuito foi batizado com o nome “Gilles Villeneuve” em homenagem a esse piloto canadense que se acidentou fatalmente numa corrida na década de 70.

Zsoft é o primeiro a sair dos boxes. Depois começa a acelerar de acordo com os limites do carro e da pista. Já nessa volta ele comete um erro em uma curva saí da pista e arrebenta algumas plaquinhas que ficam ao lado da pista, para indicar os metros que faltam para a próxima curva.

Os fiscais que estão próximos naquela região colocam outras rapidamente no lugar.

Zsolt entra em sua volta rápida. Seu companheiro de equipe, Gorge Pântano, sai dos boxes também.

Mas ao passar pela mesma curva da volta passada, ele erra e arrebenta novamente as placas indicativas.

Ele volta à pista segue até o final da volta. Até aí outros pilotos também saíram dos boxes.

Pântano inicia sua volta cronometrada e Zsoft completa a volta, mas é claro, faz um tempo muito alto.

Vários pilotos estão na pista. Zsoft continua a tentar uma outra volta. Os fiscais, enquanto uns estão indicando bandeira amarela na região, outro coloca mais placas indicativas que Zsoft destruiu. Quando tudo volta ao normal, Zsoft passa pelo local e novamente destrói todas as placas. Bandeira amarela outra vez no local. Novamente os fiscais concertam e novamente Zsoft ao passar, atropela as placas. Um dos ficais diz para o outro:

- Não é possível!! O piloto ruim!!! Vai pilotar carrinho de feira, sô!... Não dá não!! Eu não vou colocar ela outra vez não!! Depois ele vem e atropela....pára, pára!!

Enquanto isso Zsoft Bommagatemer, piloto da Minardi, continua tentando dar uma volta sem errar. Ele deu umas quatro voltas sem errar quando então um fiscal diz ao outro novamente:

- Parece que ele não vai errar mais! Vamos colocar!

Então os ficais decidem colocar outra placa no lugar. Bommagatemer continua a treinar e finalmente passa por aquele local novamente e....

- Ufa! Dessa vez ele não destruiu – Suspira aliviado o fiscal que cuida dessa área do circuito, quando derrepente:

PLAAAAAWWWFT!!! Outro piloto destrói a placa recém-colocada!! Outro piloto, desta vez foi Montoia que exagerou e errou!!!

- Epa!! Foi sem querer! – diz Montoya por rádio!

Enquanto o fiscal fica olhando, com olhos “maiores que a cara” de tão esbugalhados, para a placa destruída e:

- BUAAAAAAAAAAAA!!!! Que foi que eu fiz para merecer isso meu Deus do céuuuuuuu!!!! – Chora aos prantos o pobre fiscal. As lágrimas saiam dos olhos como se fossem duas cachoeiras.

Depois desses contratempos não houve nenhuma novidade a mais. Zsolt por mais que tenha tentado ficou em último. Alguns pilotos como Danilo, Michel, David, Takuma, deram poucas voltas no circuito para não desgastar muito o carro.

Por fim se passa os 60 minutos do treino da manhã. Os pilotos têm algumas poucas horas de intervalo até a próxima sessão.

Enquanto os pilotos, alguns almoçavam, outros discutindo uma boa configuração do carro para aquela pista com os mecânicos, Danilo estava andando pelas instalações dos boxes e percebe um pequeno tumulto.

Varias crianças estavam reunidas ali querendo entrar para conseguir um autógrafo dele. Porém alguns acessores do piloto e alguns encarregados e seguranças da equipe não permitiam que elas se aproximassem, dizendo a elas:

- Por favor! Entendam... vocês não podem passar por aqui, vão embora!

Elas por sua vez, respondiam:

- Vai tio deixa nós “entrar”, por favor!

- Eu até queria deixar mas Danilo não quer dar autógrafos, ele não gosta disso!

Eram crianças que não aparentava serem muito bem de vida economicamente, mas de um jeito ou de outro, conseguiram entrar nas instalações do circuito.

As crianças ficam em silêncio, tristes abaixam a cabeça. Quando estavam quase indo embora e quase chorando, Danilo grita:

- ESPEREM!!

Todos ficam surpresos ali, olhando para ele.

- Deixem elas virem aqui. - O piloto solicita.

- Mas, senhor... – Um dos acessores tenta argumentar.

As crianças estão agora contentes e vão correndo em direção à Danilo.

- Queremos um autógrafo!!! – Dizem elas com o lápis e papel na mão, com muito entusiasmo.

Danilo se abaixa, fica quase de joelho no chão e bondosamente dizem a elas:

- Fico muito feliz porque vocês gostam de mim e apreciam meu trabalho! Mas eu não mereço tanto crédito pelo o que faço, eu sou apenas uma pessoa assim como todos, e Papai lá do Céu não ficaria contente se vocês pedirem tal honra a mim que seria de direito dele.

As crianças entenderam o que ele disse, mas ficaram muito desapontadas. Ele continua a dizer, com um sorriso no rosto:

- Eu não vou dar autógrafos, mas eu vou dar um presente que tenho certeza que irão gostar!!

Ele se levanta, conduz as duas menininhas e dois menininhos para a garagem de seu carro e apresenta a elas as instalações, ali (onde pode ser permitida a visita), alguns mecânicos e depois deixa cada uma entrar em seu carro e ficar sentado ali por alguns minutos. Até mesmo ele as deixou brincarem no seu simulador virtual de corrida (o mesmo que um jogo de vídeo-game).

Elas ficaram muito contentes e ele disse ainda:

- Ainda eu tenho uma pequena surpresa: THRAMMM!!!

Elas ficam surpresas e muito contentes!!! Ele deu a cada uma, uma miniatura (um carrinho, réplica) do carro da Ferrari.

Eles se despedem e saem muito contentes das instalações do circuito.

Danilo acredita que quando se pede autógrafo e ele atende ao pedido, seria uma espécie de ato de adoração prestada indevidamente. Ele não só negou esse pedido, mas lhe deu um presente melhor ainda que um mero autógrafo e que elas que jamais irão esquecer.

Em seguida Danilo vai almoçar e continua não se conformando com a dieta que os nutricionistas da equipe receitaram a ele. Olhando para o prato ele diz:

- Só isso???

Mas para uma pessoa normal era muita coisa. Depois de ter comido tudo o que tinha direito, ele reclama:

- Ainda estou morrendo de fome!! (seu estomago ainda ronca como os carros)

Depois do almoço ele descansa e se prepara para os treinos livres da tarde.

Dessa vez, ele deu várias voltas pelo circuito. Conseguiu o melhor tempo daquela seção de 1:19.986. Schumacher, seu companheiro, consegue o segundo melhor tempo e Saito o terceiro tempo.

Reinz Rarald Frentzen um piloto alemão, entra no lugar de Filipe na equipe Sauber para essa corrida e assim será provavelmente até o fim do ano.

Tanto no GP do Canadá como no GP dos Estados Unidos, Danilo consegue vencer. Saito fica as duas em segundo, Schumacher fica com dois terceiro lugares e Haikkonen fica também as duas em quarto.

Ambas as corridas, Saito corre agora de uma maneira mais “limpa”, trazendo mais emoção para as corridas.

Com esses resultados o mundial de pilotos fica ainda mais equilibrado com Schumacher ainda na liderança com 57 pontos Saito em segundo com dois pontos a menos, Haikkonen em terceiro com 54 pontos e Danilo com 52 pontos.

Saito e Danilo não se tornaram grandes amigos, mas um passou a respeitar o outro.

De volta a Europa para o GP da Alemanha em Hockenheim, o mundo da Formula 1, fica em silêncio, pois um personagem ilustre está cada vez pior no hospital na cidade de Nurbur, ele chegou ir ao Canadá, mas logo passou mal e voltou para a Europa. Os médicos acreditam que sua situação é terminal. Ele havia estado no Canadá e presenciou aquele fato ocorrido com Danilo e aquelas crianças. Alguns pilotos, familiares e amigos estão no hospital. Então ele pede para a enfermeira chamar Danilo, (pois todos já estavam também na Europa), para falar com ele, pois ele não estava no hospital.

Todos estranham o pedido, mas ele é atendido.

Enquanto isso, Danilo como de rotina, estava nas instalações da equipe, assim como Shumacher, Jin Toddy e outros mais. Ele se aproxima de Jin que estava trabalhando, analisando o seu computador, e lhe diz:

(Danilo) – Sr. Jin?!

(Jin) – Diga Sr. Danilo!

(Danilo) – O senhor está zangado comigo?

(Jin) – Não Danilo, por quê?

(Danilo) – Tem certeza que o senhor não está zangado comigo?

Com um sorriso no rosto, ele olha para Danilo e lhe responde:

- Claro que não filho, porque eu estaria zangado com você? – Ele volta a sua atenção para a tela de seu computador.

(Danilo) - Mas o senhor está zangado comigo?!!

(Jin) – Não Danilo, não estou zangado com você! (Jin começa a ficar impaciente)

(Danilo) - Ahhh....mas o senhor está zangado comigo!!

Ele se levanta e diz já ficando sem paciência:

- N-ã-o estou zan-ga-do com voCEEEEÊ!!!!

(Danilo) Tem certeza que o senhor não está zangado comigo....!?!!!

Jin fica com raiva e dá um murro em Danilo:

POWWWWWWWW

– ORÔ!

Jin se afasta resmungando:

- Eu estou cheio de trabalho para fazer e esses pilotos ficam me tirando meu tempo, assim não dá, pára com isso, pensa que tenho tempo para essas coisas....

Danilo conclui passando a mão na bochecha e dizendo:

- Eu pensei que ele estava zangado comigo, mas não imaginei que fosse tanto assim!!

Em seguida, o mensageiro de Tyrrell recebe a autorização para se aproximar no local onde Danilo se encontrava e:

- Você é o Sr. Santos?

- Sim! Sou eu! - (responde Danilo)

(Mensageiro) - O senhor Jonh Tyrrell está muito doente e está de cama no hospital e ele deseja receber a sua visita!

Imediatamente Danilo viaja para onde se encontra Jonh Tyrrell.

Dentro do quarto o velho senhor, que já está muito fraco, diz a Danilo:

— Meu jovem, eu acompanho você desde o começo dessa temporada. Percebi que você é diferente. Você até mudou a maneira de pensar o Takuma, não é verdade!?

Danilo fica sem palavras.

— Eu sei o que aconteceu naquele dia... Você, meu amigo, é um piloto diferente de todos que já vi! Cof! Cof! Cof! – Jonh começa a tossir, ficando cada vez mais difícil falar...

— Seu lugar não é aqui! Cof! Cof! Cof! Cof! Aqui é um mundo cruel e desleal e muito egoísta. Você deve ir atrás de seus... Sonhos....Pense ... Nisso... Cof ! Cof! Cof!

Jonh acaba tendo uma parada cardio-respiratória e não sobrevive e acaba morrendo.

Depois dessa conversa Danilo parece determinado a fazer algo. Ele mais do que nunca sente determinado em conquistar o campeonato e algo mais... Mas o que será que ele está pensando?

Tyrrell foi enterrado em seu país natal e a Formula 1 chorou junto com seus familiares a morte deste homem.

Mesmo com o falecimento de Tyrrell a Formula 1 continua. Muitos ainda estão deprimidos com sua morte.

Mas o GP de Alemanha se aproxima, as equipes e os pilotos se preparam. Em especial Michel e seu irmão Ralf Schumacher e Nico Heidfeld, estão animados pois irão correr em casa.

Mesmo com toda essa animação, a vitória acabou ficando com Saito e Danilo ficou em segundo! Michel ficou em terceiro, Haikkonen mais uma vez ficou em quarto lugar e Ralf e Heidfeld não terminaram a corrida.

No GP sem graça da Hungria, Saito também venceu a corrida. Com uma boa estratégia e um bom desempenho nos boxes, a Ferrari consegue conquistar apenas o segundo lugar para Danilo e o alemão com apenas o sexto lugar. Haikkonen novamente fica em quarto.

Os oito mais bem colocados estão:

1º T Saito 65 pontos

5º D Couthard 40 pontos

2º D Santos 60 pontos

6º P Montoya 34 pontos

3º M Schumacher 60 pontos

7º F Alonzu 31 pontos

4º K Haikkonen 59 pontos

8º R Schumacher 12 pontos

As corridas estão bem disputadas e emocionantes. Os quatro pilotos mais bem colocados estão na luta direta pelo título. Por muito tempo, não se via um campeonato tão interessante e disputado!

(Continua no próximo episódio na versão simplificada ou na completa...)

Gostou da histórinha? Compartilhe agora com os amigos: