Danilo Santos As Crônicas de um Piloto

Crônicas de Danilo Formula 1

As Crônicas de um Piloto

Capítulo 14 - Retornando para a casa

Depois disso, já é de tardezinha, o sol já está quase se pondo e o céu explode de esplendor com as belas cores avermelhadas do pôr-do-sol. Danilo e alguns dos pilotos estão reunidos e eles dizem:

— Para onde você irá agora? — Pergunta Saito.

— Vou ver minha família, e tenho algo muito importante para resolver lá no Brasil. — responde Danilo.

— E você? — pergunta ele.

— Talvez eu continue na Formula 1 no ano que vem, talvez não, meu futuro ainda é incerto! Eu preciso encontrar e seguir meu caminho — responde Saito.

Eles se cumprimentam e dão um pequeno abraço amigável e Saito diz!

(Saito) — Cara. Parabéns, você mostrou que estava certo e muito obrigado por tudo! Boa sorte, meu amigo, a gente se vê por aí!

Villeaneuve também pretende se despedir da Formula 1 e se despede de todos e vai embora.

Schumacher se despede também de Danilo e diz amigavelmente:

— Desta vez você ganhou, mas se prepare porque vou treinar duro e no ano que vêm... Só um milagre faria você ganhar de mim!

— Ta! — Responde Danilo sorrindo!

Alguns mais “moles” acabam chorando na despedida.

Cada piloto toma um rumo diferente. Filipe e Danilo vão juntos para o aeroporto de Tóquio, pegar o avião para o Brasil. Schumacher ainda fica admirando eles partindo diz em sua mente:

— Danilo continue assim! Você tem um bom caráter e é batalhador!

— Filipe! Um dia você será um grande campeão!

— Saito! Você realmente mudou! Você é muito competitivo e agressivo, mas de bom coração!

— Kini! Você é frio e calculista, mas tem um grande talento adormecido!

— Você também Fernando, esse ano você não foi bem, mas tenho certeza que um dia você me dará muito trabalho!

— Até logo meus amigos, que todos vocês tenham umas boas e merecidas férias, para que possamos nos encontrar novamente e decidir na pista quem é o melhor.

Sem dúvida, Michel, Danilo, Kini, Takuma e provavelmente no futuro Filipi e Fernandu, são e serão verdadeiros super-campeões!

Por fim cada piloto se afasta e segue seu caminho. Danilo e Filipe que estava já bem recuperado de seu acidente e estava presente no GP, decidiram voltar ao Brasil no mesmo vôo.

Antes de irem ao aeroporto Danilo diz a Filipe:

(Danilo) — Filipe?

(Filipe) — Diga?

(Danilo) — ....Antes de irmos, preciso de uma coisa!

(Filipe) — Aiaiai!....o que é?

(Danilo) — Eu estou morrendo de fome!! Precisamos dar uma parada em qualquer restaurante ou lanchonete. Faz quase um ano que não como direito!

Filipe aceitou e foi com ele num restaurante. No restaurante e sentados aguardam serem atendidos. Depois que o garçom os atendente, Danilo não sabe o que pedir, pois o menu é muito grande e pediu para Filipe escolher!! Ele então escolhe e o garçom anota o pedido:

(Filipe) — Eu quero uma porção de arroz...

(Danilo) — Pra mim também....

(Filipe) — Uma porção de feijão...

(Danilo) — Pra mim também...

(Filipe) — Uma porção de salada, batatas fritas e um bife bem passado...

(Danilo) — Pra mim também...

Filipe olha para Danilo, enquanto ele continua olhando em seu cardápio:

(Filipe) — De bebida eu quero fanta laranja...

(Danilo) — Pra mim também...

Filipe pega o cardápio e dá uma "cardapiada" em Danilo!

Formula 1 - As Crônicas de Um Piloto - Danilo Santos

(Danilo) — Ei! Porque você fez isso? (cara de raiva)

(Filipe) — Tá me zoando é!! (responde ele sério.)

Com essa cena, aparece uma gota de suor na testa do garçom. Mas para que isso acabe de uma vez ele pergunta para os pilotos o que querem de sobremesa:

— O que os senhores desejam como sobremesa?

Filipe diz:

— Pede você agora!!

(Danilo) — "Tá bom"! Tá bom! Eu quero um sorvete de creme, banana, morango, chocolate, cereja e com uma cerejinha em cima!

Por sua vez o garçom responde:

— Não temos cerejas!

(Danilo) — O sorvete ou a cereja?

(Garçom) — A cereja!

(Danilo) — Tá! Então eu quero um sorvete de creme, morango, banana, chocolante com a cereja em cima!

(Garçom) — Não temos cereja!

(Danilo) — Huummmm....então eu quero um sorvete de banana e creme com cereja!

(O garçom começa a ficar irritado) — Não temos cereja!

(Danilo) — Ah não é?? Então eu quero apenas um sorvete de banana e chocolate....com cereja!

Formula 1 - As Crônicas de Um Piloto - Danilo Santos

(O garçom responde num tom de voz mais alto) — Não te-mos ce-re-ja!

(Danilo) — Calma, calma....então me vê um sorvete de banana......com cereja!

(Garçom) - Olha....dá próxima vez que você falar cereja, te arrebento isso que você chama de cara!

Filipe apenas observava a cena, com a gotinha de suor, pois estava um tanto constrangido com a cena.

(Danilo) — Tá bom...calma.....então me vê só a cereja e pronto!

(Garçom) — rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr - (o rosto dele fica vermelho e começa sair fumaça de sua cabeça e de seu nariz)

Filipe se levanta e pede calma para os dois. O garçom suspira e diz:

(Garçom) — Tudo bem.... vou tentar novamente.... o - que - vo-ces querem?....Pelo amor de Deus, não tem nada de cereja aqui....já aviso

(Filipe) — Eu quero então bolo com floresta e negra......com ce-re...... - (O garçom começa a ficar irritado!!)...... e Filipe concluí:

— ...Ja....heheheh....que coisa não!...Digo....

O garçom desistiu de atender eles e pede para outro atender! Depois de aparecer outro garçom eles fazem novamente o pedido, ele anota, mas Danilo ainda diz:

— Além de uma porção de arroz, feijão, batata frita, carne, linguiça, ovos fritos, ovos mexidos, omelete, eu quero uma porção de salada com tomate, pepino, cebola, alface, agrião, rucula, e quero tambem batata cozida, cenoura, mandioca, uma porção de espinafre, brócolis e couve-flor além de abóbora e três copos de sulco de laranja com beterraba, mamão e acerola com limão. Há!....eu quero tudo isso em dobro, tá?

Enquanto isso numa outra mesa uma jovem dizia a sua companheira de mesa:

— Humm...eu acho que vou querer isso aqui com cereja....

Ouvindo isso o garçom que atendera anteriormente a Danilo e que atendendo uma outra pessoa que não era essa jovem, grita em voz muito alta:

— NÃO TEM CEREJAAAAAAAAAA!!!!

O restaurante fica em silêncio. Danilo está impaciente, e fiz a Filipe:

— Porque está demorando tanto?? "To" morrendo de fome!! Já faz uma meia-hora que fizemos o pedido!!

Filipe responde:

— Calma, meu, faz nem um minuto que ele saiu!!

Danilo lhe diz:

— Aé?? Hahahahahah! Que coisa não!... Mas parece que já faz umas duas horas que ele saiu!

Danilo mostrava-se com muita pressa e impaciente e todo minuto perguntava a Filipe "Por que está demorando tanto? Por que está demorando tanto?" Filipe.... coitado, não estava mais agüentando a Danilo. Finalmente a comida chega! Foi necessário dois garçons para colocar toda a comida na mesa! E finalmente eles começam a comer! Quanto a Danilo, parecia que nunca tinha comido na vida, estava devorando tudo!! Depois de uma meia hora, eles pagam a conta do restaurante. Para piorar, quando Danilo se levanta, bate a cabeça na bandeja que o garçom estava segurando e tudo que estava em cima dela cai em cima de Filipe.

— Ora seu.....!

Formula 1 - As Crônicas de Um Piloto - Danilo Santos

Ele dá um soco em Danilo:.... - "ORÔ" ..... (Ele passa a ver estrelinhas).

Depois disso, eles vão embora, mas ele (Danilo) fica olhando para a cara do garçom e sem perceber tropeça no pé de uma mesa e quase cai em cima dela, onde tinha algumas pessoas comendo. Daí ele pede desculpas e fica olhando para as pessoas daquela mesa, quando ele tropeça novamente sozinho e derruba aquele garçom, o primeiro que atendeu eles, que por sua vez ele cai em cima de outro cliente que estava em uma mesa e ambos ficam melecados de comida! Por isso, Danilo e Filipe saem correndo daquele restaurante!

Mesmo com tudo isso, Danilo mantinha seu troféu de campeão bem segurado em seu corpo, por pouco não o quebrou!

Dentro do saguão do Aeroporto, Danilo estava segurando seu troféu, quando....: (PLAAAFT!) Danilo deixa escorregar o troféu no chão, transformando-o em centenas de pedaços. Danilo põe uma das suas mãos na nuca e começa a rir:

Formula 1 - As Crônicas de Um Piloto - Danilo Santos— HAHAHAHAHAHAHAHA! Eu quebrei o troféu! HAHAHAHAHA!!!!

Todos que estavam no aeroporto, olham em direção de Danilo, fazem uma cara de abobados com a reação dele e eles caem de costa!

Filipe pega o pescoço de Danilo e começa a chacoalhar:

— Como você pôde fazer isso!!!!???

— ORÔ! ORÔ! ORÔ! ORÔ!

— RRRR!!! Seu BURROOOOOO!!!! — E Filipe dá uma voadora em Danilo.

— OOORROOOOOO!!!!!!!!

Danilo cai no chão vendo estrelinhas e passarinhos e dizendo: — ORÔ!

— Como um cara tão atrapalhado pode ser um campeão de Formula 1. (diz Filipe)

Danilo pega o maior caco que encontra do que foi um dia seu troféu e leva para casa, mesmo com isso o clima de descontração é evidente no rosto dos dois amigos.

Assim Danilo parte para o Brasil para rever todos seus amigos e parentes. Ele consegue conquistar um campeonato de carro de uma maneira impressionante como jamais foi visto na Formula 1.

Na viagem ele não parava de pensar em rever seus pais, amigos e parentes, principalmente a Pérdula e sua pequena irmã, Laly.

Mas a história não para por aqui. Até a próxima amiguinhos..!

(Continua no próximo episódio...)

Gostou da histórinha? Compartilhe agora com os amigos: